Dicas de prevenção para câmbio automático

Apesar de práticos e fáceis de dirigir, os carros com câmbio automático exigem alguns cuidados especiais para a sua conservação, evitando dores de cabeça aos seus proprietários. Pensando nisso separamos algumas dicas de prevenção para uma duração mais longa de seus componentes.

Não mude direto de "D" para "P" ao estacionar.

Primeiro coloque a alavanca em "N", puxe o freio de mão e so depois coloque em "P", evitando que todo o peso do carro sobrecarregue o câmbio. Lembre-se sempre de acionar o "P" depois do freio de mão para maior seguranca do veículo. Fazendo isso você evita danificar a trava do câmbio e os coxins de suporte de transmissão.

Nunca mude de marcha com o carro em movimento.

As trocas de marchas sao realizadas automaticamente por uma central eletrônica, de acordo com a rotação do motor e a velocidade do veículo. A transmissão é usada para parar o carro, e não os freios. Trocar a marcha no câmbio automático do “D” ou do “R” para o “N” ou para o “P” com o carro em movimento poderá causar um prejuízo bem significativo.

Não coloque o neutro em ladeiras.

Isso não trará economia de combustível e desgasta o sistema de lubrificação e também causa desgaste dos componentes e o superaquecimento da transmissão. Use o freio normal ou de estacionamento.

Não mude de marcha ao parar no farol.

O neutro deve ser usado apenas para deixar as rodas livres em paradas demoradas e em caso de manutenção. Ao colocar no "N" no farol fechado você não estará economizando combustível e deixando no "D" e pisando no freio você evita o desgaste prematuro do câmbio automático.

Não acelere o carro quando ele estiver parado.

Quando você acelera em “N” e muda rapidamente para o “D”, as cintas e embreagens irão se desgastar prematuramente, e com o tempo, essas partes não conseguirão mais segurar a fricção e a transmissão começará a escorregar quando estiver engatada e começará a patinar.

Troque regularmente o óleo do câmbio automático.

Alguns sintomas do baixo nível de lubrificação são: dificuldade ao engatar as marchas, aumento de trancos e o carro patinar.

Não tente fazer o carro pegar no tranco.

Isso força as peças do câmbio automático. O ideal é rebocar o carro ou chamar um mecânico.